Anúncios

Gravitational waves


Gravitational waves

Space Today

What are Gravitational Waves?

©Ligo/Caltech ©Ligo/Caltech

Gravitational waves are ‘ripples’ in the fabric of space-time caused by some of the most violent and energetic processes in the Universe. Albert Einstein predicted the existence of gravitational waves in 1916 in his general theory of relativity. Einstein’s mathematics showed that massive accelerating objects (such as neutron stars or black holes orbiting each other) would disrupt space-time in such a way that ‘waves’ of distorted space would radiate from the source (like the movement of waves away from a stone thrown into a pond). Furthermore, these ripples would travel at the speed of light through the Universe, carrying with them information about their cataclysmic origins, as well as invaluable clues to the nature of gravity itself.

The strongest gravitational waves are produced by catastrophic events such as colliding black holes, the collapse of stellar cores (supernovae), coalescing neutron stars or white dwarf stars, the…

View original post mais 704 palavras

Sexta-Feira 13


Sexta-Feira 13

640px-Gloomy_Forest copy

As sextas-feiras 13 estão associadas, segundo a cultura popular, ao azar, fruto de diversos factos.

Esta data está também presente na mitologia nórdica. Numa das lendas, conta-se que houve um banquete e 12 deuses foram convidados. Loki, o espírito do mal e da discórdia, apareceu sem ser chamado e iniciou uma escaramuça que terminaria com a morte de Balder, o favorito dos deuses.

De acordo com outra lenda nórdica está relacionada com a deusa do amor e da beleza, Friga (que deu origem a frigadag, sexta-feira). Quando as tribos nórdicas e alemãs se converteram ao cristianismo, Friga foi transformada em bruxa. Como vingança, ela passou reunir-se todas as sextas com outras 11 bruxas e o demónio para que os 13 rogassem pragas aos humanos.

No judaísmo, o 13 corresponde à letra Mem, que simboliza o renascimento e a liberdade. As superstições dia 13 estão também associadas ao dia em que o rei de França, Filipe o Belo, ordenou prender e matar todos os Templários sob a acusação de feitiçaria.

O cristianismo levou à superstição de evitar ter 13 convivas à mesa, numa reminiscência da Última Ceia, na qual um dos 12 apóstolos, traiu o 13. º comensal, Jesus Cristo.

Contudo, a superstição respeitante às Sextas-feiras 13 surgiu com os romanos, embora nada tivesse a ver com o azar mas sim com uma sucessão de acontecimentos que acabariam por marcar este dia e que levariam os cidadãos a acreditar que deveriam ter mais cuidado.

De acordo com algumas crenças europeias, as bruxas andam à solta nas Sextas-feiras 13.