Força Chape 


#ForçaChape

Eu sei que muitos vão criticar a cadeia de solidariedade – tristeza seria mais correto – e vão dizer que não se faz o mesmo por estes ou por aqueles ou por outros. Talvez seja verdade, mas o mais certo é que esses criticos se estejam a ver ao espelho e não se reconheçam. 

E, certamente, não fazem ideia do bem que faz à alma o sentimento de pertença a uma tribo, mesmo que seja a do futebol. 

Por isso, desta benfiquista que se orgulha de o ser e ser tratada pelos seus pares como família, aqui fica a minha homenagem ao Chape. 

A quem não gostar, escusa de criticar. Só estarão a perder tempo. Cresçam e façam-se à vida. Mas longe de mim, bem longe. 

Força Chape.

Anúncios

Pepperkakebyen, A Cidade de Gengibre


Pepperkakebyen

A Cidade de Gengibre

A cidade norueguesa de Bergen é conhecida por diferentes fatores. No entanto, nesta altura do ano, a sua grande atração é aquela que os locais designam como a maior cidade de gengibre do mundo.

Jardins de infância, escolas, empresas e milhares de cidadãos contribuem para a sua construção todos os anos, uma tradição que teve início no Natal de 1991.

No entanto, a denominada como Pepperkakebyen (ou seja, “a vila do pão-de-espécie”), não é exemplo único na Noruega, podendo ser vistas iniciativas semelhantes em locais como Finnsnes, Stavanger, Hammerfest, Hamar e Bodø.

Mas a tradição de construir cidades de gengibre não tem origem na Noruega, onde atinge o seu expoente máximo. 

Na realidade, fazer casas de pão-de-espécie decoradas começou na Alemanha no início do século XIX. Segundo alguns investigadores, as primeiras casas de gengibre foram o resultado do famoso conto de fadas dos irmãos Grimm, “Hansel e Gretel”, no qual se relatam as aventuras de duas crianças abandonadas na floresta que encontraram uma casa comestível feita de pão com decoração de açúcar.

Após a publicação desta história infantil, os padeiros alemães começaram a cozinhar casas de conto de fadas ornamentadas de lebkuchen (pão de gengibre), tornando-se populares durante o Natal. Já segundo outros historiadores, a ideia já existiria e terá levado mesmo os irmãso Grimm a inspirarem-se para o conhecido contos.

Apesar de existirem diversas cidades deste género noutras partes da Europa e até nos Estado Unidos, a de Bergen ganhou fama internacional, sendo mesmo o motivo de atração turística nesta época do ano.

Reivindicada como sendo a maior do mundo, a Pepperkakebyen pode ser visitada no centro de Bergen, estando instalada na arena  Sentralbadet, uma antiga piscina pública.

In 

www.facebook.com/Pepperkakebyen/

www.visitbergen.com

www.visitnorway.com