TAPADA DAS NECESSIDADES


Nunca tive a verdadeira sensação de “estar em casa” no que respeita a um espaço maior que não a habitação. Contudo, existiu sempre na minha vida um local que, acreditava até à pouco tempo, ser aquele que melhor expressava esse sentimento.

Algumas semanas atrás, de forma completamente inesperada, encontrei outro. Um espaço que planeava há muito tempo visitar mas que, por esta ou por outra razão, nunca o fizera.

De chofre, ao fim de apenas alguns passos, mergulhei na mesma sensação de colo, de acolher, de conforto, de “estar em casa”. Perdi-me no tempo e no espaço, viajei para um qualquer lado que não este e não me quis vir embora. Vivo na expetativa de voltar.

Ao acaso, percebi o porquê deste lugar me ser tão familiar…

I never had a real sense of “home ” about a place  larger than our house . However , I always had in my life a place that I believed, up until recently , be the one who best expressed  this feeling.

A few weeks ago , unexpectedly , I found another . A space I was planning to visit for a long time but for one  reason or the other, never did.

Abruptly , after only a few steps, I plunged into the same sense of lap, welcoming, comfort , of “being at home ” . I got lost in time and space , traveled to somewhere unheard but certainly not here e felt I never wanted to leave. I live in expectation for returning.

By chance , I realized why this place is so familiar to me …

TAPADA DAS NECESSIDADES

TAPADA DAS NECESSIDADES

TAPADA DAS NECESSIDADES

https://zeitgeist.culturalspot.org/home#

Com 10 hectares de área, esta zona ajardinada data de 1742, tendo sido mandado contruir por D. João V e pertencendo então ao Convento da Congregação do Oratório. Três anos mais tarde este monarca fixou ali residência.

No século XIX, este espaço tornou-se residência oficial da família real, acolhendo a rainha D. Maria II e o seu marido, D. Fernando II de Saxe Coburgo-Gotha que ordenou o redesenho de toda a área, transformando-a num jardim romântico de inspiração inglesa e no qual se podem encontrar espécimes autóctones, bem como outros oriundos de diferentes partes do mundo (alfarrobeiras, dragoeiros, medronheiros, zambujeiros, sóforas-do-Japão, etc).  O príncipe consorte mandou também construir neste jardim o primeiro jardim zoológico do continente europeu.

Já no reinado de D. Carlos, o jardim é equipado com um campo de ténis, bem como com novas construções, entre as quais o atelier de pintura da rainha D. Amélia.

With a 10 hectares are, this garden was created in 1742, by order of  King  D. João V and belonging then to the Convent of the Oratory Congregation. Three years later this monarch made that place his official residence.In the XIXth century, this became the official residence of the royal family, welcoming Queen Maria II and her husband, Ferdinand II of Saxe Coburg-Gotha, that ordered the redesign of the entire area, transforming it into a romantic English inspired garden where native specimens, as well as other ones from around the world can be found (carob trees, dragon trees, strawberry trees, wild olives, shophora japonica, etc.). The Prince Consort also ordered here the construction of  the first Zoo in the European continent.Later on, during the reign of King Charles the garden was equipped with a tennis court, as well as several with new buildings, like the Queen’s Amelia painting workshop.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s