Texto de “O Manual da Felicidade” de João Negreiros


Texto de “O Manual da Felicidade” de João Negreiros

 

Para lá caminho

Sou culpada de tudo o que sou.
Sou culpada de tudo o que sei.
Sou culpada de tudo o que é.
Sou culpada de tudo o que sinto.
Sou culpada de tudo o que digo.
Sou culpada de tudo o que faço.
Sou culpada de tudo o que penso.
Sou culpada de tudo o que quero.

A culpa é olharem para mim como se a tivesse?
A culpa é falarem comigo como se fosse?
A culpa é dizerem-me o que sou a mais? A menos?
Não, a culpa é deixar!
A única culpa que tenho é deixar!
Deixo que mudem o que aconteceu.
Deixo que inventem o que nunca foi.
Deixo que partam o que estava intacto.
Deixo que destruam o que é eterno.
Deixo que deturpem o que estava certo.

Eu vou, a partir de agora, inventar a verdade.
Vou, na verdade, saber o que fiz.
Vou, na verdade, saber que fiz bem porque foi o melhor que consegui.
Vou, na verdade, saber que a culpa só existe para quem a sabe como uma certeza.

Eu sou boa pessoa porque não bato, não mato, não roubo, não humilho, não castigo, não insulto, não nada.
Tudo o que sou é dar o que tenho, fazer o que posso, dar-me a quem quero, viver com quem me devolve o ar que respiro.
Eu sou boa como quem pode sair andando por qualquer rua sabendo que, se quiser, ninguém inventará curvas ou becos para mim, porque para a verdade não tem nada que saber… é sempre em frente. Seguir em frente quando há estradas estranhas onde virar é dizer a quem espera nelas que sei o caminho de cor como tudo onde fui.
A verdade é continuar até parar quando quiser num sítio onde está quem me dá razão, quem acredita em mim e quem tem a certeza que não fui eu que fiz por mal porque o mal já existia antes de mim, não fui eu que o inventei.
O bem também já existia antes de mim, mas tenho andado a praticá-lo e a fazer melhorias nele e estou a pensar registar a patente de tudo o que inventei de bom.
Farei coisas boas até sempre. Sou culpada dessas. Das outras não, as outras deixo para quem acha que as fiz.

Com a certeza de que a verdade é minha calco mil desculpas e sei que não sou perfeita mas… para lá caminho.

Texto de “O Manual da Felicidade” de João Negreiros

Advertisements

One thought on “Texto de “O Manual da Felicidade” de João Negreiros

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s