25 de Abril 40 Anos


Diapositivo1

“E o cravo desta história 

em vez de morrer cedo

durou ainda uns dias

sem revelar o segredo

Mas o segredo era um

e bem fácil de contar:

a água que o conservava

era a fonte do olhar

E esse dia vinte e cinco

eterno no calendário

lá fez entrar na história

um cravo solitário”

José Jorge Letria in Era uma vez um cravo

Diapositivo2

“Solitário mas cercado

de irmãos muito fiéis

que entraram a seu lado

nas paradas dos quartéis

E esse cravo de Abril

de uma loja de Lisboa

lá passou de mão em mão

como uma notícia boa

Não murchou nas espingardas

nem tão pouco nas lapelas

e enfeitou os sorrisos

das crianças às janelas”

José Jorge Letria in Era uma vez um cravo

Diapositivo3

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s