O Dia das Mentiras de Portugal em Espanha e na América


O Dia das Mentiras de Portugal em Espanha  e na América

Aquela que parece ter sido a mais bem orquestrada mentira dos Dia das Mentiras de 2012 em Portugal passou despercebida à maioria dos portugueses. Contudo, chamou a atenção de alguns estrangeiros, nomeadamente, do diário espanhol El País e da agência noticiosa norte-americana Associated Press.

O que se passou foi simples: alguém resolveu twitar que Portugal estava a ser alvo de um golpe de Estado, uma ideia que se repetiu (ou melhor dizendo, retwitou) pela rede social com a mesma facilidade com que um surto de piolhos se espalha por uma creche.
Os falsos twits chegaram aos computadores da Associated Press e do El País que, ansiosos por serem os primeiros arautos da desgraça alheia, não só divulgaram aquilo que não passava de uma mentira como se de uma notícia se tratasse como ainda lhe acrescentaram pormenores folclóricos que ficam sempre bem em qualquer acontecimento do género. 
Subitamente, os jornalistas espanhóis e norte-americanos descobriram que os tanques tinham saído para as ruas de Lisboa (estariam a ver algum episódio da série “Conta-me como Foi” sem saberem que era uma produção de ficção… ) e que o Presidente da República dissolvera o Parlamento. E falavam ainda de relatos de uma situação confusa… os seus correspondentes chegaram mesmo a anunciar o início de uma guerra civil em Portugal.
Descobriram onde? Puseram os seus correspondentes nas ruas de Lisboa a procurar e a fotografar os supostos tanques? Entrevistaram populares? Contactaram com meios de comunicação social portugueses?
Não.
Foi no Twitter. Todas as notícias sobre a suposta guerra civil portuguesa estavam no Twitter. 
Numa rede social, no Dia das Mentiras, aliás chamado de Dia dos Parvos nos Estados Unidos. Perante isto, na América do Norte não poderia ter denominação mais apropriada.
E que tal passar a confirmar e a reconfirmar notícias deste calibre antes de as divulgarem? No meu tempo, era assim que se fazia. E quando não se fazia, era-se despedido.
É certo que no meu tempo, não tínhamos esta nova agência de informação que é o Twitter. Confesso que também twito frequentemente e com muita alegria e é também com muita alegria que sei que metade dos twits são mentiras ou verdades mal contadas.
Contudo, a divulgação de notícias importantes sem a devida confirmação não é de agora. Há alguns anos atrás, quando o Bush pai era presidente dos Estados Unidos da América, a CNN esteve a poucos segundos de abrir um bloco de notícias com a novidade que o presidente morrera. A fonte? Uma agência noticiosa sueca que resolvera testar a capacidade dos meios de comunicação internacionais confirmarem uma notícia com um impacto significativo. Como? Enviou um comunicado para diversos meios de comunicação social dizendo que o presidente dos Estados Unidos tinha morrido. 
A única que se arriscou a noticiar a notícia que não tinha acontecido sem antes confirmar? A CNN. 
Felizmente, uma qualquer cabeça mais ilustrada da cadeia norte-americana conseguiu impedir que a notícia fosse “para o ar”.
Uma lição a tirar desta brincadeira, para alguns de mau gosto: se quiserem lançar um boato (ou um rumoroato, como se diz agora) em Portugal, não usem o Twitter. Esta rede social é a ideal para espalhar notícias nos Estados Unidos, onde qualquer americano que se preze, desde um sem-abrigo ou uma celebridade instantânea até aos candidatos às Primárias, twita pelo menos 200 vezes por dia.
Em Portugal, para surtir algum efeito, tem que ser no Facebook. De preferência, acompanhado por uma fotografia de uma loira mamalhuda seminua ou por um qualquer vídeo idiota de uma música brejeira sacado do Youtube. Se assim não for, ninguém partilha.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s