Catarina de Bragança – Heróis Populares Portugueses 13


Catarina de Bragança

Heróis Populares Portugueses 13

Catarina de Bragança

Nascida em Vila Viçosa a 26 de Novembro de 1638, filha de D. João IV, aos 8 anos estava já prometida em casamento a D. João de Áustria, filho natural de Filipe IV de Espanha. Mais tarde, o pai planearia casá-la com o duque de Beaufort, neto de Henrique IV, um enlace também não iria avante. Colocou-se então a possibilidade de casar a pequena princesa com Luís XIV de França, um negócio preparado pelo cardeal Mazarin para obter de Portugal o que desejava: obrigar a Espanha a fazer a paz com a França. O cardeal, servindo-se da promessa de casamento, assinou a paz com Espanha mas sem que o matrimónio se concretizasse.

Em 1661, era regente a rainha D. Luísa de Gusmão na menoridade de D. Afonso VI, tratou-se novamente do casamento da infanta D. Catarina, escolhendo-se agora Carlos II, rei da Grã-Bretanha, para seu consorte. O contrato nupcial foi declarado em cortes a 18 de Agosto do referido ano de 1661, sendo entregues à Inglaterra a cidade e a fortaleza de Tanger e a ilha de Bombaim na Índia Oriental. A armada inglesa que conduziu Catarina de Bragança chegou à Grã-Bretanha a 24 de Maio.

A cerimónia de casamento realizou-se a 31 do mesmo mês.

Durante o seu reinado, Catarina não foi uma rainha popular na Inglaterra por ser católica, o que impediu a sua coroação. Contudo, deixou algumas “heranças” que ainda hoje são visíveis em terras de Sua Majestade: o consumo de geleia de laranja e o hábito de beber chá foram os mais populares. De igual forma, deve-se a Catarina a introdução em Inglaterra do uso dos talheres e do tabaco.

Carlos ll faleceu a 16 de Fevereiro de 1685, e a rainha ainda se conservou em Londres alguns anos. Em Março de 1692 embarcou com destino a Lisboa, onde chegou apenas em Janeiro do ano seguinte, depois de viajar por França e por Espanha. Começou por residir no palácio de Alcântara, mudando-se depois para o palácio dos condes de Redondo, a Santa Marta. Mais tarde ainda foi morar para o palácio dos condes de Soure à Penha de França e acabaria por fixar residência definitiva em Belém, no palácio dos condes de Aveiras, hoje, paço real de Belém. Ainda insatisfeita, Catarina resolveu construir a sua própria moradia, escolhendo para o efeito o Campo da Bemposta, que ainda hoje conserva este nome. Ali tratava de todos os negócios do Estado, nas duas vezes em que foi regente do reino, primeiro em Maio de 1701, quando D. Pedro II partiu para a Beira, à frente do exército português para a guerra da sucessão de Espanha, e depois em 1705, quando el-rei adoeceu.

Catarina de Bragança morreu a 31 de Dezembro de 1705 na sua residência, tendo sido enterrada no na Igreja dos Jerónimos. Mais tarde, o seu corpo foi transladado para o panteão dos Braganças em São Vicente de Fora.

 

 

 

Advertisements

One thought on “Catarina de Bragança – Heróis Populares Portugueses 13

  1. Pingback: Heróis Populares Portugueses – Lista « Castelodasandrix's Blog

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s